sábado, 26 de junho de 2010

Espanhol para principiantes

Como qualquer português que se preze também eu estava convencida de que sabia hablar español, por supuesto. Logo eu que sou tão dada a línguas, as estrangeiras e as outras, criada com um pé em Badajoz e um ouvido na Cuarenta FM, entusiasta admiradora de Almodóvar, tapas, cañas e roupa com bolas. Certa de que gesticular efusivamente, pôr uma pose de matadora e elevar o volume de voz acabando todas as palavras com um “sss” arrastado era algo que fazia de mim uma quase nativa da língua de Picasso e Miró. Ainda assim, com o desejo de colmatar eventuais falhas que ainda não estava completamente convencida que possuía, lancei-me na aventura de um curso de espanhol…para principiantes. Arrastando comigo alguém bem mais modesto mas não menos entusiasta que vos poderá assegurar que um curso destes não é para todos. Pois não, é para principiantes, dirá algum engraçadinho. Vale! Mas apenas para principiantes com um perfil muito preciso e especial. A saber, o futuro aprendiz de espanhol inicial nível 1 deverá ser uma daquelas pessoas que acordam às sete da manhã num Sábado, cheios de felicidade e contentamento por estarem vivos que cantam no chuveiro e não se importam mesmo nada de andar de metro aos fins-de-semana com um sorriso na cara e uma predisposição para conversas formadas por algo mais que monossílabos. Deverá ainda, possuir um controlo apertado do riso compulsivo e nervoso e não roncar ou chorar quando confrontado com alunos do género masculino que admitem ler a revista Maria e reviram os olhos cada vez que dizem palavras com uma forte presença do som jjjj (exº. trabajo). É altamente desaconselhado tanto a pessoas sensíveis ao estilo dos outros que não vêm com bons olhos tatuagens estranhas e penteados exóticos, como a pessoas facilmente impressionáveis para quem diferente é sinónimo de interessante mesmo que não seja bem assim. Por último, o possível estudante deverá ser, preferencialmente, esquisitinho com a comida bem como forte ao ponto de não sacrificar as suas suadas sessões de elíptica no ginásio por um hamburguer com tudo.
Se não possuis nenhuma destas características não te aflijas, nós também não.
Mas fica sabendo que se alguma vez alguém te disser que entonces, por díos! aprender espanhol é fácil, esse alguém nunca frequentou um curso de espanhol para principiantes.

2 comentários:

ZdT disse...

Eheh, pero no es preciso cursito algum, yo toy escrebendo espanhol muy bien e soy um principiante!!



Cursos de línguas e sábados de manhã na mesma receita é, no mínimo, audaz, boa sorte, que vais precisar =)

Inês disse...

Obrigada Zé.
Não nego, é de facto algo que requer cojones.